A redução do consumo de alimentos com elevado teor de gordura é prioritário. As gorduras provenientes de diferentes alimentos são essenciais ao bom funcionamento do nosso organismo, mas não quando excedem os valores tolerados e benéficos para o nosso organismo. Não devem exceder os 30% do valores energético diário, sob pena de terem efeitos prejudiciais e que rapidamente se fazem sentir no nosso estado de saúde.

O consumo excessivo de gordura saturada, gordura hidrogenada, gordura trans, gordura interesterificada e colesterol está associado ao aumento do risco de doenças do aparelho circulatório e cardíaco, aumento do colesterol sanguíneo, particularmente do colesterol LDL ("mau colesterol") e dos triglicerídeos. Desta forma, este tipo de gorduras está associado a uma maior incidência de doenças cardíacas e vasculares com consequências na morbilidade e mortalidade. Temos de controlar o seu consumo.

 

O que pretendemos com este desafio?

  • Reduzir a oferta de determinados produtos alimentares com elevado teor de gordura, principalmente gordura saturada, gordura hidrogenada, gordura trans, gordura interesterificada e colesterol.
  • Controlar o fornecimento e venda de produtos alimentares com elevado teor de gordura nos estabelecimentos de ensino, de saúde, nas instituições que prestam apoio social e nos locais de trabalho.
  • Incentivar a indústria alimentar e o setor da restauração a desenvolver ações de reformulação nutricional no que respeita à quantidade e qualidade de gordura dos produtos alimentares.
  • Capacitar o cidadão para escolher e preparar alimentos com menor quantidade e maior qualidade de gordura.
  • Fomentar o uso de azeite como gordura de eleição para temperar e confecionar.
  • Envolver o cidadão na definição de estratégias para reduzir o consumo de gorduras e fornecer ferramentas simples para alcançar esse objetivo.
  • Mobilizar os profissionais de saúde, as instituições públicas e privadas, o setor da restauração e a indústria para produção, promoção e oferta de produtos com menor quantidade e maior qualidade de gordura.

 

Como vamos alcançar?

Cidadão

  • Identifique nos rótulos dos produtos alimentares a quantidade e qualidade das gorduras que contêm.
  • Prefira leite e lacticínios meios-gordos e magros.
  • Reduza o consumo de produtos alimentares com gorduras vegetais parcialmente hidrogenadas e gorduras trans, como bolachas/biscoitos, pão embalado, produtos de pastelaria (bolos, folhados, pasteis), refeições pré-confecionadas, congeladas, enlatadas.
  • Escolha carnes magras e de aves, prepare e confecione sem pele e sem adição de gordura saturada (manteiga, margarina, banha).
  • Promova o azeite como principal gordura de confeção e tempero, em quantidades moderadas.

Profissionais de Saúde

  • Desenvolver estratégias práticas de capacitação do cidadão para a leitura dos rótulos alimentares, para a preparação e confeção de refeições com redução de gordura total e de gordura saturada, trans, hidrogenada, interesterificada e colesterol.
  • Promover a adequada oferta alimentar nos bares escolares, fazendo cumprir as recomendações nacionais: "Bufetes Escolares – Orientações".

Instituições Públicas e Privadas

  • Disponibilizar nos bares, cantinas e máquinas de vending produtos alimentares/refeições magros ou com baixo teor de gorduras saturadas e colesterol.
  • Restringir os produtos alimentares processados com gorduras vegetais parcialmente hidrogenadas e trans.
  • Estabelecer refeições de trabalho como almoços/jantares, pequenos-almoços, lanches/merendas isentos de produtos alimentares processados com gorduras vegetais parcialmente hidrogenadas e trans.
  • Em eventos, implementar a "pausa saudável/healthy break" em substituição da "pausa para café/coffee break" com inclusão de frutas e legumes, água, sandes com pão de mistura com fiambre de aves, cremes vegetais, queijos magros, leite/iogurtes magros.
  • Disponibilizar informação sobre os malefícios do consumo excessivo de açúcar.
  • Desenvolver campanhas massificadas junto da comunicação social de promoção da redução do açúcar na alimentação.

Restauração

  • Produzir e disponibilizar produtos isentos, com menor quantidade e melhor qualidade de gorduras.
  • Produzir e disponibilizar produtos e menus adaptados a indivíduos com doenças crónicas como doenças cardiovasculares, dislipidemias, obesidade e hipertensão arterial, com menor quantidade e melhor qualidade de gorduras.
  • Promover preços competitivos para produtos isentos, com menor quantidade e melhor qualidade de gorduras.

Indústria e Retalho

  • Potenciar as estratégias de marketing e publicidade aos produtos isentos, com redução de quantidade e melhor qualidade de gorduras.
  • Desenvolver novos produtos alimentares isentos, com redução de quantidade e melhor qualidade de gorduras.

secretario estado adjunto ministro saude

estesl

cnj

onmi

refood

adsfan

 barrigas amor

 travel flavours

apc

apnep

fadu

 cm vilapoucadeaguiar

cm alter do chao ipb caldasdarainha camaramunicipal logo changeit
fundacao portuguesa cardiologia empresas mais saudaveis    

gertal

nutricia

itau

iglo

palmeiro foods

inspira santa marta

 nestle health science  iogurte dia

jumbo

medtronic    

o peixe e fixe

eat like you mean it

portugal em forma

 nutrition hidration week